O novo iPad, enfim, chegou ao Brasil. Lançado em março nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, a terceira geração de tablets da Apple começou a ser vendida hoje, desde a meia-noite, em lojas virtuais como Fnac, Saraiva, Submarino e Fast. Nas lojas físicas, a Tim é a única operadora a oferecer o produto no Brasil. Os preços variam entre R$ 1.406,82 a R$ 2.299, do modelo mais barato, de 16 GB apenas com Wi-Fi, ao modelo mais caro, de 64 GB com 3G.

O novo iPad tem mais saturação de cores, para imagens mais vivas (Foto: Reprodução/The Verge)

Diferentemente do lançamento do iPhone 4S, nenhuma loja física abriu à meia-noite para receber os futuros compradores. As lojas abrirão em horário normal, a partir das 10 horas, disponibilizando somente o modelo com Wi-Fi e 3G/4G. Os preços variam entre R$ 1.560 (16 GB), R$ 2 mil (32 GB) e R$ 2.250 (64 GB).

Segundo a assessoria de imprensa da Tim, ao adquirir o plano Liberty Web Tablet, com valor de R$ 49,40 por mês, o cliente poderá parcelar o iPad em até 12 vezes sem juros. Quem não optar pelo o plano da operadora pode adquirir o novo tablet em até 3 vezes.

A assessoria informou que o novo iPad estará disponível "nas principais lojas da operadora", mas não indicou exatamente quais estados terão estoques à venda nesta sexta-feira.

Outras lojas físicas, como a Fast Shop e a Fnac, também venderão o novo iPad nas lojas físicas.

Lojas online prometem entregar novo iPad no mesmo dia

Assim como as lojas virtuais Fast, FNac e Saraiva, a Submarino começou a oferecer o novo iPad à partir de meia noite. Para as compras finalizadas até o meio-dia o prazo de entrega do tablet é no mesmo dia (para os moradores de São Paulo). Os cariocas receberam um prazo um pouco maior: compras até às 16 horas serão entregues no sábado. Os valores do novo iPad variam de R$ 1.549 para o modelo mais básico, de 16 GB sem 3G; até R$ 2.299 para o modelo com 4G e 64 GB.

Confira os preços praticados pelas lojas virtuais nesta sexta-feira:

* Dados colhidos à 1h, tomando como referência apenas o valor à vista.

Novo iPad: conheça as diferenças entre o novo e os antigos modelos

“O que mudou em relação ao iPad 2?” Esta é a pergunta que muitas pessoas podem estar se fazendo ao tomar conhecimento da chegada da terceira geração do tablet da Apple ao mercado brasileiro. Visualmente, não muito. Em hardware, no entanto, as modificações são consideráveis. O processador, por exemplo, é melhor do que o anterior: graças ao Apple A5X o tablet continua com um "dual-core" para gerenciar as ações do sistema, assim como o iPad 2, mas este novo modelo ganhou quatro núcleos exclusivos para o processamento de gráficos de alta qualidade, como games e vídeos de qualidade superior ao FullHD.

A moderna tela de retina do novo iPad, que aliás é a grande menina dos olhos de ouro da Apple, também é bem superior ao display do iPad 2: a resolução aumentou para 2048 x 1536 pixels, contra apenas 1024 x 768. As maravilhas gráficas que podem ser vistas em diversos games e aplicativos já desenhados para esta resolução, e eles são as principais apostas da companhia de Cupertino para o sucesso de seu mais novo produto.

O novo iPad também ganhou uma câmera melhor, de 5 megapixel, bem superior aos 0,7 megapixel do iPad 2. Na velocidade da conexão, agora o tablet suporta redes 4G. Ela ainda não está disponível no Brasil, mas mesmo a tecnologia 3G também evoluiu neste modelo, por ter conectividade HSPA+. Tanta inovação, porém, fez com que o aparelho ficasse um pouco mais pesado: 652g, em relação aos 601g do anterior. Mas, afinal, o que são 50 gramas perto de tanta tecnologia, não?

Fonte: Tech Tudo

(Nenhuma avaliação para esta página.)

Avalie esta página!

Vendas do novo iPad começam nesta sexta-feira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *